A rotina de Backup deve ser intensificada no momento em que vivemos. Junto com a pandemia de Covid-19, aumentaram os casos de ataques cibernéticos.

O backup, ou cópia de segurança é usado para guardar nossos dados eletrônicos. Consiste em manter uma cópia dos dados armazenados em um dispositivo para outro local seguro para que, caso necessário, possam ser acessados novamente.

Alguns vírus, além de copiar os dados podem também causar danos ou torná-los inacessíveis. Este é o caso, por exemplo do sequestro de dados, os hackers usam a criptografia para bloquear a leitura dos arquivos e pedem que a vítima pague um valor, geralmente em criptomoedas, para retirar a criptografia.

Durante a epidemia de Covid-19, o ataque de hackers vem aumentando em proporções gigantescas. Segundo o site Olhar Digital, em março deste ano o aumento foi de 148% em relação ao mês de fevereiro.

A porta de entrada dos vírus

Os ataques hackers já atingiram até mesmo a OMS, a Organização Mundial da Saúde teve várias contas de e-mail atingidas. Estas contas foram usadas para enviar e-mails ao público solicitando doações para o combate ao novo vírus.

Os criminosos da internet estão usando gatilhos mentais voltados para a pandemia para conseguir chamar a atenção das vítimas. Para a população em geral, estas mensagens chegam em forma de e-mail ou até mesmo por aplicativos como o WhatsApp.

Para as grandes empresas também é um momento de atenção. Com vários colaboradores trabalhando em formato home office, manter a segurança da rede se torna uma tarefa cada vez mais desafiadora.

O backup também como forma de prevenção

A informação ainda é a melhor maneira para evitar cair em golpes na internet. A checagem da origem das informações é sempre muito importante.

Para as empresas, é necessário investir na segurança e na mudança de cultura junto com os funcionários.

A rotina de backup deve ser intensificada. Ela é a ferramenta de recuperação no caso de ataques. Importante manter uma cópia dos seus dados fora do ambiente da rede. Usar a armazenagem em nuvem também é uma ótima opção. A tecnologia Cloud já se mostrou mais segura do que manter os dados em dispositivos físicos.

Em caso de um ataque que torne seus dados inacessíveis, a restauração da cópia de segurança garante que você possa continuar seus trabalhos, sem precisar pagar algum tipo de resgate para os hackers.

As cópias de segurança devem ser feitas todos os dias e de preferência em mais de um local. Há ferramentas disponíveis para automatizar esta rotina e tornar o processo mais rápido e ágil. Manual ou automatizado, o importante é que ele não seja deixado de lado.

Leave a Reply