Quem não realizou compras online no último ano?

Este modelo de comércio vem ganhando cada dia mais espaço entre os consumidores e os motivos são os mais diversos. Agilidade, facilidade e economia são apenas um deles.

É fato que a pandemia que ainda estamos atravessando acelerou ainda mais a transformação no modo de consumo do brasileiro.

 

Afinal, o que é um e-commerce?

O e-commerce ou o comércio eletrônico, em livre tradução, é o formato de comercialização de produtos e serviços realizados de forma online. O nascimento deste modelo de comércio surgiu de forma natural junto ao surgimento da internet e a migração das relações de consumo para o meio digital.

O cliente faz todo o processo de compra, desde a escolha do produto até o pagamento, através de um dispositivo eletrônico como computadores, smartphones ou tablets. E depois é só aguardar o produto no conforto da sua casa.

Para os serviços não funciona diferente, o e-commerce permite que o cliente conheça e compare diversos prestadores de serviços e compare o que melhor atende a sua realidade.

O e-commerce pode usar diversos canais, os mais comuns são as lojas virtuais e os marketplaces, uma espécie de shopping virtual com diversas opções de lojas e produtos.

 

Uma opção para cada tipo de necessidade

Uma das vantagens do e-commerce é que o consumidor pode conhecer diversas versões sobre o produto ou serviço que procura, sem precisar se deslocar para as lojas físicas.

O cliente escolhe a opção que melhor se enquadra à sua necessidade: melhor preço, mais vantagens no pós atendimento ou prazo de entrega para produtos físicos.

Os serviços oferecidos são os mais variáveis, seguros de carro, planos de saúde e porque não, planos funerais. Um fato que chama a atenção dos clientes é a possibilidade de personalização destes serviços. Se ele quer um plano para família ou será um pano individual, a ideia é que a página do e-commerce seja capaz de conduzir o cliente por todas as escolhas.

 

Os números chamam a atenção

O crescimento deste modelo de comércio tem chamado a atenção. Em 2020 o e-commerce apresentou recordes históricos de crescimento e a tendência apresentada para 2021 é de 32%, o número foi apresentado por um relatório da XP Investimentos, com um faturamento estimado em R$110 milhões de reais.

Expandindo as previsões, fala-se em um crescimento de 56% até o ano de 2024

No Brasil há diversas plataformas que estão em expansão no mercado, divididas por suas especialidades.

A redução do custo operacional também chama a atenção. O custo para manter toda a estrutura de uma plataforma e-commerce é menor comparado aos pontos de atendimento físico.

 

Que tal entrar para o mundo digital?

A ULTRA-i está lançando uma plataforma personalizada para o mercado funerário.

Seguindo os mais modernos padrões de desenvolvimento Web, o Marketplace está sendo preparado para que a experiência de seu cliente seja a melhor possível.

Conduzir o cliente desde a escolha do produto que pode ser personalizada até a forma de pagamento ideal.

Solicite uma demonstração com nosso time comercial.

Deixar um comentário